O festim dos corvos, livro 4 crônicas de gelo e fogo (George R. R. Martin) #01doano

DSC_0019

“Dando continuidade à saga mais ambiciosa e imaginativa desde O senhor dos anéis, As crônicas de gelo e fogo prosseguem após o violento triunfo dos traidores. Enquanto os senhores do Norte lutam incessantemente uns contra os outros e os Homens de Ferro estão prestes a emergir como uma força implacável, a rainha regente Cersei tenta manter intacta a força dos leões em Porto Real. Os jovens lobos, sedentos por vingança estão dispersos pela terra cada um envolvido à sua maneira no perigoso jogo dos tronos. Arya abandonou Westeros rumo a Bravos, Bran desapareceu na vastidão enigmática para além da Muralha, Sansa está nas mãos do ambicioso e maquiavélico Mindinho, Jon Snow foi proclamado comandante da Muralha, mas tem que enfrentar a vontade férrea do rei Stannis. No meio de toda a intriga, do outro lado do mar começam a surgir histórias sobre dragões e fogo… Quando Euron Greyjoy consegue ser escolhido como rei das Ilhas de Ferro, não são apenas essas ilhas que tremem. Olho de Corvo tem como objetivo declarado conquistar Westeros. E o seu povo parece acreditar nele. Mas conseguirá Olho de Corvo cumpri seu objetivo? Em Porto Real, Cersei enreda-se cada vez mais nas teias da corte. Desprovida do apoio da família e cercada por um conselho que ela mesma considera incapaz, precisa lidar ainda com a ameaçadora presença de uma nova concorrente militante da Fé. Como se desvencilhará de tal enredo? A guerra está prestes a terminar, mas as terras fluviais continuam assoladas por bandos de salteadores. Apesar da morte do Jovem Lobo, Correrio ainda resiste ao poderio dos Lannister, e Jaime parte para conquistar o baluarte dos Tully. O mesmo Jaime que jurara solenemente a Catelyn Stark não voltar a pegar em armas contra os Tully ou os Stark. Mas todos sabem que o Regicida é um homem sem honra. Ou será que estão todos errados?”

ISBN: 9788580443769  |  Autor: George R.R. Martion  | Editora: Leya  | Páginas: 644

Nota: ★ ★ ★ ★ ★

DSC_0012Estou me sentindo bem estranha ao dar uma nota baixa para algum livro desta crônica. Eu sou uma grande fã tanto da série de livros quanto a da televisão e acabou que fiquei muito surpresa ao não está venerando este volume. Pessoalmente, foi uma leitura muito maçante. Talvez eu só não estivesse no momento da história ou o livro é realmente maçante. O primeiro livro da minha meta de leitura deste ano sequer irá possuir uma contagem de dias por conta do tempo “infinito” que levei para ler ele. Mas sei informar o dia em que terminei, aê! Agora, sério: Eu comecei a ler o livro em 2013 (falei que a coisa foi difícil) e desse tempo para cá, comecei e abandonei ele cerca de 3 a 4 vezes, até que em dezembro eu falei que iria terminar de ler ele e consegui fazê-lo no dia 23 de Janeiro. 

DSC_0004Não quero assustar e muito menos desmerecer a história do livro, só que foi um grande choque de níveis sair do 3 volume onde a emoção vai a 300% e pegar um livro bem parado como esse. Nesta obra você não irá encontrar todos os personagens como estamos familiarizados, Martin optou por fazer uma divisão territorial da história, no caso este irá se focar em Porto Real, suas proximidades (Dorne, Correrio…) e as Ilhas de Ferro. Eu não vou saber dizer agora todos os personagens que se encontram no livro, acaba que mesmo dividindo ainda é um bocado, mas quem está acompanhando saberá o que esperar.DSC_0007A sinopse do livro foi muito completa, me deixando aos restos que já me falham a memória. Fora ao já citado na sinopse você vai encontrar Brienne que ainda está em busca de cumprir sua promessa a Catelyn Stark e a Sir Jaime Lannister. Podemos vivenciar um pouco do crescimento de Arya em bravos, eu acabei criando muitas expectativas, pois creio que ela será uma poderosa personagem para a história (mas vai saber, como Martin você não pode ter muita esperança). A irmã de Theon Greyjoy, Asha e seus tios, que lutam para decidir quem será o rei das Ilhas. E claro Alayne, que para quem não sabe é Sansa Stark, que finge ser a filha bastarda de mindinho. E claro que na minha opinião o melhor de todos, Sam, o matador, que também está em bravos rumo a cidadela para cumprir as ordens de Jon Snow.DSC_0006Eu sou uma pessoa completamente antipática com Cersei e sua burrice. Eu até admiro a moça querer se independente, mas ela muito tapada e possessa. Esse provavelmente foi o motivo principal de eu estar lesando ao máximo na história. No livro permanece a linha dela querer ser a dona do reino e ninguém dá alguma moral a ela, só que agora ela tem uma ameaça maior em relação a Margery, que conseguiu se casar com Tommem e até agora pelo menos ele não morreu. (sorry, mas todo marido dela morre, que isso). Como sempre ela toma atitudes desesperadas a respeito das coisas que a ameaçam. Ai só lendo para saber porque estou sensata em não soltar spoilers.DSC_0009Apesar do livro ser muito parado ele têm um importância enorme para a continuidade da história. Vocês sabem que o Martin adora por pequenos detalhes que sozinhos são inúteis mas lá na frente junta com algo que o deixa super importante. O próximo livro fala somente sobre os outros personagens, os que não foram citados nesse livro, mas se passa na mesma época, ou seja, mesma linha temporal. O que deixa a ligação entre eles maior ainda.

A edição do livro possui o mesmo padrão das outras edições ❤ Essa minha edição já é um pouco mais antiga, as mais recentes que tenho vistos são mais finas, talvez o que tenha mudado é a página. Mas exteriormente permanece o mesmo.DSC_0018

Pessoal, eu vou postar a resenha dos livros que estou lendo aos poucos. Já estou uns 5 livros a frente deste e vai ser com calma que vou postando aqui. Mas quem quiser saber em um tempo mais atual o que eu estou lendo é só olha no skoob e no goodreads.

Para acompanhar mais sobre o WonderJardim: TwitterFacebookInstagramLOOKBOOKTumblr

A Tormenta das Espadas – As Crônicas de Gelo e Fogo, livro três – George R. R. Martin

Livro: A Tormenta das Espadascapa_a_tormenta_de_espadas_frente

Autor: George R. R. Martin

ISBN: 9788580442625           Páginas: 884

Editora: Leya           Ano de lançamento: 2011

“Enquanto os Sete Reinos estremecem com a chegada dos temíveis selvagens, que atravessam a Muralha numa maré interminável de homens,gigantes e terríveis bestas, Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, que se encontra entre eles, divide-se entre sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar.

Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será que conseguirá vencer os desafios que não se resolvem apenas com a espada? Arya continua a caminho de Correrrio, mas mesmo uma garota tão destemida como ela terá grande dificuldade em ultrapassar os obstáculos que surgem em seu caminho.

Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra; e Sansa, livre do compromisso com o homem que agora ocupa o Trono de Ferro, precisa lidar com as consequências de ser a segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon foram dados como mortos.

No Leste, Daenarys Targaryen navega em direção às terras de sua infância, mas antes ela precisará aportar nas desprezíveis cidades dos escravagista. Porém a menina indefesa agora é uma mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar em uma conquistadora impiedosa?

Todo o território continua a ferro e fogo.”

Definitivamente foi o livro que mais me ateve de curiosidade antes de ser lido. A críticas que lia sobre ele eram bem divididas, algumas pessoas odiavam e criticavam violentamente e outras amavam e diziam que o livro era o melhor dos lançados. Comecei a ler quando a séria já havia começado e no inicio foi uma leitura lenta e com pouco interesse. O engole, engole só começou quando fatos não mostrados no seriado foram surgindo e isto me empolgou. O livro é uma obra de picos extremos, isso e ao longo de toda a história. Tem rumos que nunca foram imaginados e por isso causam certa revolta e amor. Martin tem seu estilo nada previsível e comete belas crueldades conosco em a tormenta das espadas.

Daenarys está rumando para a cidade em que viveu sua infância, no caminho seu coração é testado pelo poder e exige que ela escolha quem será seu exercito, escravos ou homens livres? e como fará isso? Ela está acompanhada de novo seguidores, o quais Sor Joras duvida de sua lealdade. E segue em dúvida sobre em quem confiar devido a revelação dos imortais das futuras traições.

Robb Stark, rei do norte, tem que decidir se segue seu coração ou sua obrigações como rei, decisões que trarão resultados inimagináveis por qualquer um e que mostram quem são seus verdadeiros inimigos. Catelyn se mantém isolada no leito de seu pai esperando que a morte o tome para si e pensando nos castigos que a vida deu para ela, a cada vez mais ela teme por único filho Robb e por sua Sansa.

Brienne e Jaime, rumam a caminho de Porto Real mas se esbarram com vária intrigas que o impedem a alcançar o seu caminho e muitas surpresas que criam respeito e confiança entre esses dois. Enquanto Jaime tenta chegar a Porto Real, Cersei tenta controlar seu filho Joffrey e acaba tendo que tomar de volta suas obrigações como uma Lannister, mesmo contra sua vontade. Sua inimizade com seu irmão Tyrion é mais que clara, porém a uma ambiguidade se ela poderia ou não fazé-lo mal. Tyrion é deixado de lado com a chegada de seu pai a Porto Real e luta para obter o prestígio que merece, se deparando com uma situação cruel do jogo em que Tywin Lannister preparou para a conquista do poder. No decorrer da história Tyrion deve decidir se realmente quer se submeter ao pai ou por um fim em tudo isso, e mesmo com sua honra e destreza acaba sendo acusado de um crime hediondo o qual nunca o ocorreu a cometer.

Stannis permanece em preda do dragão rodeado por sua derrota e sem esperanças. Seu fiel conselheiro sumiu na Batalha da Água Negra e outro assumiu seu lugar, porém uma capaz de arriscar a honra do orgulhoso rei. Melisandre é a única a quem o rei dá ouvidos e o seus poderes exigem sacrifícios que nem mesmo rei sabe se deve fazé-lo. Davos retorna ao seu rei mas tem que enfrentar suas ordens e por em risco sua vida em nome do que é certo.

Para o norte Bran continua sua jornada em busca de abrir o terceiro olho e descobrir qual é o seu verdadeiro destino. E próximo deles, para-lá-da-Muralha Jon Snow segue em sua missão designada e acaba se envolvendo muito com o mundo selvagem quebrando seus votos, assim devendo escolhe qual caminho quer seguir. A vida trás para ele muitas questões ao qual ele deve decidir por si mesmo e não conta com mais ninguém.

O livro é um leitura incrível e viciante. Muitos desistem de ler ao ver o tamanho, mas podem acreditar em mim, a história é tão envolvente que quando terminamos queremos muitos mais. Eu super recomendo está leitura, podem aproveitar que estamos na época de férias e se jogar de vez nessa aventura. Também aconselho a ver a série, porque tem algumas partes que são apenas comentadas no livro que a série completa a visão delas. 

Classificação: ★ ★ ★ ★ ★

Este livro foi o ultimo livro da minha meta de leitura (lembram que eu substitui os últimos livro da série guia do mochileiro das galáxias pelo o livro 2 e 3 das crônicas de gelo e fogo?), eu devia informar quanto tempo eu demorei para ler, mas eu esqueci devido a demora para fazer a resenha 😡 então esse fica sem data de leitura, desculpas pessoal. Espero que gostem da resenha e do livro ;*

Livros de maio e junho

Minha estante foi bastante presenteada entre o final do mês de maio e o início de junho. As promoções irresistíveis que surgiram neste período me fizeram quebrar meu plano de comprar livros apenas quando tivesse lido 90% de todos que tenho. Também fui presenteada pelo meu namorado e por meu pai, fora que surgiu uma super promoção em uma livraria local, a Paim, que está dando 50% do valor da sua compra em livros totalmente de graça.

O box clássicos da editora Zahar, edição de bolso de luxo, foi comprado na submarino em uma promoção que dava até 80% de descontos em alguns box de livros. Comprei o box por R$ 76,90.

O Box conta com o livro Alice, do Lewis Carrol; O conde de monte cristo e os três mosqueteiros, do Dumas; e contos de fadas, de vários autores da literatura infantil como os irmãos Grimm, esse livro contém um mix das histórias infantis mais famosas. A edição de bolso de luxo contém as edições em capa dura e brochura. Alice e contos de fadas contém ilustrações. E os três mosqueteiros e o conde de monte cristo contém marcar página nele mesmo *o*. Todos os livros, menos o conde de monte cristo, contém páginas amareladas. box

PicMonkey Collagecondemosqueteiroscontos

Um dos presentes que ganhei no dia dos namorados foi o livro quatro das crônicas de gelo e fogoo festim dos corvos do George R. R. Martin, lançado pela editora Leya. Estava completamente louca pelo livro e meu namorado me fez essa linda supresa. O tamanho, páginas, resumindo, toda a estrutura mantém o padrão das outras edições.

festim

Meu pai meu presenteou com o mais novo livro do Eduardo Spohrfilhos do Éden, Livro dois – anjos da morte. O livro foi lançado este ano em abril, se não me engano. Este também foi publicado pela editora verus

filhoeden

Na promoção da livraria Paim eu adquiri 4 livros. Dois do Carlos Ruiz Zafón Prisioneiro do céu e príncipe da névoa, os dois publicados pela editora Suma. O novo livro do Dan Brown, inferno, publicado pela editora Arqueiro. E o terceiro livro da séria, A maldição do Tigre da Collen HouckA viajem do tigre, publicada pela editora Arqueiro.

prisioneiroprincipeinfernoviajem

A Fúria dos Reis – As Crônicas de Gelo e Fogo, livro dois – George R. R. Martin

Livro: A Fúria dos Reisa furia dos reis

Autor: George R. R. Martin

ISBN: 9788580440270            Páginas: 656

Editora: Leya           Ano de lançamento: 2011

“Quando um cometa vermelho cruza os céus de Westeros, os Sete Reinos estão em plena guerra civil. Os exércitos dos Stark e dos Lannister estão se preparando para o confronto final, e Stannis – irmão do falecido Rei Robert -, desejoso de possuir um exército que lute pela sua reivindicação ao trono, alia-se a uma misteriosa religião oriental. Porém, seu irmão mais novo também se proclama rei, E, quanto isso, os Greyjoy planejam vingança contra todos os que os humilharam dez anos atrás.

Ainda, no distante Leste, poderosos dragões estão prestes a chegar aos Sete Reinos, trazendo fogo e morte… Um perigo de proporções gigantescas, muito maior do que as grandes guerras!

Nesta tão esperada sequência de A guerra dos tronos, George R. R. Martin cria uma obra de incrível poder e imaginação. A fúria dos reis nos transporta até um mundo de glória e vingança, de guerras e magia, onde poder e miséria podem se alterar no virar de uma página. Uma obra singular da literatura fantástica.”

Quando achávamos que tudo estava perdido sem Ned Stark, Martin nos leva a uma incrível saga que sabemos que só agora que está iniciando.

Westeros após a morte do Rei Robert e Ned Stark, o reino se divide. O Norte busca vingança por Ned e proclama Robb Stark rei do norte, Joffrey está no trono de ferro, Renly, o irmão mais novo de Robert se proclama rei com o apoio dos senhores do Jardim de cima e seus vassalos, Stannis também marcha pelo trono de ferro em busca do seu direito como verdadeiro sucessor de Robert .

Longe de Westeros, a única Targaryen sobrevivente consegue seus dragões após grandes sacrifícios tirados de sua vida. Apesar de Daenerys ter seus filhos, eles são jovens e pequenos, ainda tem que crescer e se fortalecer. Em ruma a sua conquista o pequeno Khalasar da mãe dos dragões sofre e definha, mas os dragões crescem e começam a aprender de acordo com sua natureza. Suas crias despertam grandes curiosidades nas cidades livres e também desperta muitos inimigos que desejam sua força. A khaleesi encontra uma cidade que mostra-se adorada por ela e seus filhos, porém atrás de suas muralhas e gracejos esconde seus reais inimigos.

Robb segue no campo de batalha vencendo todas, mas em uma tentativa de obter mais um aliado é traído por seu amigo Theon Greyjoy, que se alia ao pai que novamente está se rebelando e se proclama rei. Theon tenta conquistar seu povo e seu pai e toma Winterfell, mantendo assim Bran e Rickon como cativos.

Catelyn se torna triste e temorosa após a morte de seu amado marido. Teme cada vez mais por seus filhos, Bran e Rickon presos, Sansa sobre o controle dos Lannisters e Arya desaparecida. Catelyn acaba cometendo algumas loucuras na história em prova de seu amor de mãe. Catelyn é um personagem forte que toma partido duas vezes em prol do filho Robb, chegando até mesmo a entrar em contato com outros reis na tentiva de que se aliem e que os Lannisters caim.

Ainda no norte, na muralha, Jon e seus irmãos da patrulha da noite seguem para além da muralha e descobrem os planos do rei-para-lá-da-muralha. Jon Snow segue com Qhorin meia-mão e acaba tendo em mãos uma missão que desafia não só sua lealdade mais também sua honra.

Em Porto Real, Joffrey se torna cada vez mais incontrolável e Cersei se sente desesperada sem o irmão Jaime. Porém Tyrion chega em porto real para assumir o cargo de mão do rei enquanto seu pai está na guerra. Tyrion tenta resolver os problemas de deslealdade que se segue na corte e controlar seu sobrinho e sua irmã.

O livro tem muitas tramas e é realmente difícil falar sobre ele sem revelar detalhes essenciais. A leitura é realmente envolvente e tem picos altos e inesperados. A história a partir dai se torna mais mística, o que eu tenho gostado muito na história. A leitura se torna muito envolvente e também se muda um pouco da nossa visão em relação a alguns personagens que antes eram considerados um tanto bárbaros. Muitos detalhes do livro dois devem ser apreciados cuidadosamente pois abrem caminho para alguns dos acontecimentos presenciados no livro três, a tormenta das espadas.

Esclarecimento:  os livros que se seguiriam desde a proposta da meta seriam os citados nela. Porém eu fiz a substituição dos dois últimos livros por A Fúria dos Reis e A Tormenta das espadas, ambos de George R. R. Martin. Os detalhes dos livros lidos estão presentes no Skoob. E serão feita a resenha de a tormenta das espadas em breve, assim encerrando a meta.

Classificação: ★ ★ ★ ★ ★